Post Top Ad

Scone: pequeno pãozinho originário da Escócia



Dizem que recebeu este nome para lembrar a Stone of Destiny (Pedra do Destino) ou Scone, como era chamado o local onde eram coroados os reis escoceses.
Fazia tempo que não os fazia, pois tinha a receita que ganhei de uma pessoa que era descendente dos ingleses.
Outro dia vi no programa do Daniel Bork (Band - Dia Dia), e ele servia em cima de uma carne com molho de vinho tinto. Deve ficar muito bom assim e fazer sucesso! Mas só o fiz para comer com café, chá, suco, como já o havia experimentado antes. Também decidi usar a receita dele, apesar de ser muito idêntica a que tinha, mas é que a dele dava os ingredientes exatos e o creme de leite era fresco.



Para dar sabor ao mesmo, utilizei este tempero que ganhei outro dia de um amigo que foi à Grécia... Se isso é bom para cordeiro, porque não para os scones?


Você tem de fazer a massa e enrolá-la no filme plastico para levá-la à geladeira por no mínimo 30 minutos. Depois é só cortar em discos grossos, forrar uma forma com papel manteiga e levar ao forno.




Scones

Coloque em uma vasilha nesta ordem:
250 g de farinha de trigo,
1/2 colher (café) de fermento em pó químico,
1/2 colher (café) de sal,
60 g de manteiga sem sal em cubos,
1 colher (sopa) de ervas frescas picadas*

Misture bem com as mãos, acrescentando 115 ml de creme de leite fresco aos poucos, para que dê o ponto da massa (de enrolar). Depois de cortados em disco e distribuídos na forma forrada com papel manteiga, pincele 1 ovo batido por cima.
Forno pré-aquecido.
Tempo: 25 minutos ou até que inchem e fiquem dourados.
Tire do forno e sirva.

* as ervas não precisam ser frescas, e você pode colocar qual desejar (seca ou fresca) como orégano, pimenta calabresa, alecrim, tomilho, etc, etc, etc.



Garanto: são divinos!






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário

Post Top Ad

Visite nosso Instagram