Post Top Ad

Palavras Doloridas




Olá leitores amigos!

Nunca pensei que um dia eu daria tanto valor àqueles que leem, valor aos que leem pelo imenso e mero prazer de vivenciar oque às palavras carregam. Mas sim meus amigos, o prazer nas palavras está mais vivo e ativo do nunca. 

Tenho observado esse brotar da literatura crescer e aparecer, e ao contrário do que muitos desacreditados pensam, a criação literária está mais por “aê” do que se imaginava. Uma dica é o livro recentemente lançado pelo americanense @RafaelSallati: - 18 Quilômetros: Uma estrada de poesia

 Acreditem; todo esse vislumbre poético que ofereço aqui em “palavras” é um despertar coletivo que está acontecendo agora mesmo e que vai além das pessoas comuns.
Certa vez, eu ouvi num filme essa frase: 

"A poesia é como a verdade, a maioria da humanidade não gosta de ouvir". 

Mas, o que se mostra hoje em dia é a busca desesperada pela verdade e por confiança nas pessoas, uma busca incitada pelo repúdio ao tempo das inverdades públicas e midiáticas que vivemos. 
Então de certa forma buscamos poesia? 
Não me demoro a perceber que a poesia carrega verdade, e que passamos por tanta carência de moral e ética, que os encontros poéticos serão os futuros refúgios para nossa confiança social.
Lá, SOMBRA e LUZ são escancaradamente verdades incontestáveis. Pensem nisso!

Vamos pro Sarau?

Jamil José




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário

Post Top Ad

Visite nosso Instagram